Em discurso, Caiado fala em união no estado e faz acenos ao MDB

Caiado disse que chamará a oposição para um bom debate, com argumentos e informações

Por Redação 08/10/2018 - 10:39 hs
Foto: Fábio Lima

Em seu primeiro ato após ser eleito governador de Goiás com 59,73% dos votos válidos, o senador Ronaldo Caiado (DEM) defendeu a união e pacificação do estado, afirmando que não haverá espaço para divisão.

Caiado disse que chamará a oposição para um bom debate, com argumentos e informações. O governador eleito fez acenos ao MDB, que pode se tornar aliado no governo. Ronaldo ainda destacou sobre o fim da era PSDB em Goiás.

— É um ciclo se encerra e o começo de um outro ciclo. Uma outra metodologia. Buscar eficiência, transparência, diminuir o gasto da máquina pública e o próprio governador dando exemplo. Dando o bom exemplo você pode pedir aos demais o mesmo gesto  disse.

O senador ainda revelou que recebeu ligação do governador José Eliton (PSDB), que solicitou formação da equipe de transição “o mais rápido possível”. Ronaldo Caiado se reunirá nesta terça, 9, para definir nomes.

Questionado sobre auxiliares, afirmou que não fez compromissos de espaços para aliados e lideranças políticas e que terá “toda liberdade para consultar, ouvir e indicar as pessoas para os cargos”.

Lembrando que, desde 1982, um candidato não era eleito com uma votação proporcional como a de Caiado (59,73%).