Vara da Fazenda Pública reitera o bloqueio em contas de construtora da Câmara de Anápolis

A empresa Albenge está num processo para indenizar os cofres públicos no valor de R$ 1.683.528, 40

Por Redação 10/09/2018 - 14:49 hs
Foto: Reprodução

Nesta segunda, 10, o juiz Carlos Eduardo Rodrigues de Sousa, titular da Vara da Fazenda Pública Municipal de Anápolis, manteve o bloqueio nas contas da Albenge Engenharia – empresa responsável pela construção do novo prédio da Câmara Municipal de Anápolis – no valor de R$ 432.976,17.

A empresa está num processo para indenizar os cofres públicos no valor de R$ 1.683.528, 40. Desde 2016, a obra do novo prédio da Câmara está parada já que houve erros na execução do projeto.

Albenge pronuncia

A empresa de engenharia afirmou que o bloqueio feito está prejudicando suas operações. Mesmo assim, a decisão foi clara e reafirmou que a Albenge, por ser de grande porte, possui suporte financeiro compatível para viabilizar estas empreitadas.

Confira a decisão abaixo: