Câmara cobra de concessionária eficiência no atendimento do pedágio entre Anápolis e Goiânia

Vereador Pastor Elias Ferreira (PSDB), apresentou Moção de Repúdio contra a empresa Triunfo Concebra

Por Redação 05/09/2018 - 11:28 hs
Foto: Reprodução

A Câmara Municipal de Anápolis entra na briga para cobrar melhor prestação de serviços por parte da empresa Triunfo Concebra, concessionária responsável pela BR 060. Na sessão ordinária da última terça, 4, o vereador Pastor Elias Ferreira (PSDB), apresentou Moção de Repúdio contra a empresa. O motivo: falta de funcionários nas cabines da praça de pedágio que fica entre Anápolis e o trevo de Goianápolis. 

Segundo o vereador, as cabines existem, mas não tem gente trabalhando, “o que faz com que fiquemos até dez minutos na fila, sobretudo nos finais de semana”. Pastor Elias classificou a atitude da concessionária de “abuso” com o cidadão. Segundo ele, o motorista está lá, querendo pagar o pedágio, “mas não tem gente suficiente para receber o dinheiro”.

Outra reclamação feita na tribuna por Pastor Elias é que a Triunfo Concebra estava utilizando veneno para eliminar o mato que cresce no acostamento da rodovia, ao invés de contratar homens para a roçagem. A substância estava sendo jogada na vegetação próxima à barragem do João Leite, cuja água é utilizada para abastecimento público.

Após visita ao posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o vereador foi informado que o veneno havia sido recolhido. A PRF também revelou que a atitude da concessionária será apurada em inquérito que será instaurado.